Recentemente realizou-se em Inglaterra um simpósio de intelectuais progressistas que pretendem alterar a forma como contamos o tempo.
No calendário gregoriano, hoje é dia 8 de Novembro de 2011, que normalmente se traduz pela sigla 08/11/2011 d.C. (depois de Jesus Cristo).
Porém, os judeus dizem que hoje é o dia 11 de Heshvan de 5772. E os muçulmanos dizem que hoje é o dia 12 de Zul-Hijja de 1432. E os persas (iranianos) dizem que hoje é o dia 17 de Aban de 1390. E no calendário Bahai, hoje é o dia Núr, do mês Qudrat, do ano Badí', sendo Kull-i-Shay 1 e Váhid 9. E se quisermos considerar o calendário Maia, que já não é usado, hoje seria o dia 19Zac de 11Chuen. Na Índia, o calendário civil reza que hoje é o dia 17 de Kartika de 1933. E os maçons jacobinos de todo o mundo continuam a pensar que hoje é o dia 17 de Brumário de CCXX.
É neste contexto que os progressistas e revolucionários pós-marxistas pretendem alterar a forma tradicional, europeia e ocidental, como contamos o tempo. Provavelmente, adoptarão o calendário Maia, em homenagem a uma civilização super-avançada e harmoniosa, destruída pelos porcos selvagens europeus.