"A chanceler alemã, Angela Merkel, considerou hoje que as fronteiras entre a política doméstica e europeia já perderam a definição na zona euro, dando como exemplo a possibilidade do referendo grego, numa entrevista à agência noticiosa alemã DPA."
O que aconteceria, nos Estados Unidos, se o estado do Texas fosse sujeito a uma austeridade extrema para que se pudessem salvar alguns Bancos situados em Manhattan?
Se isso acontecesse nos Estados Unidos, os mecanismos estaduais [do Texas] de democracia directa funcionariam imediatamente. Provavelmente aconteceria um referendo à população do Texas acerca da política de austeridade neste contexto. E estamos a falar de estados pertencentes ao mesmo país...
Esta analogia serve para desmontar os preconceitos ideológicos de Ângela Merkel em relação aos mecanismos de democracia directa. A desfocagem entre a política europeia e a política doméstica, para Ângela Merkel significa a restrição da democracia, enquanto que nos Estados Unidos, a distinção entre política nacional e política estadual passa pela afirmação da democracia a nível local. Esta é uma diferença que não pode ser escamoteada!